MANCHETE PRINCIPAL

Companhias da B3 que anunciaram proventos de 21 a 24 de dezembro

 

Publicado às 17h30min

 

A seguir você confere um resumo das companhias da B3 que divulgaram o pagamento de proventos (juros sobre o capital ou dividendo) de 21 a 24 de dezembro.

 

Multiplan

A Multiplan Empreendimentos Imobiliários (MULT3) informou na segunda, 21, que seu Conselho de Administração, deliberou a distribuição de juros sobre o capital próprio no montante bruto de R$ 270 milhões, correspondente a R$ 0,45497589698 por ação, sujeito à retenção de 15% de imposto de renda na fonte.

O pagamento será realizado aos acionistas até 30 de dezembro de 2021.

Terão direito ao recebimento de juros sobre o capital próprio os acionistas inscritos nos registros da companhia em 28 de dezembro de 2020.  As ações serão negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro de 2020.

Ambev

O conselho de administração da Ambev (ABEV3) aprovou a distribuição de dividendos à razão de R$ 0,0767 por ação.  A informação consta em comunicado enviado ao mercado na segunda, 21.

O pagamento será efetuado a partir de 28 de janeiro de 2021 com base na posição acionária de 13 de janeiro de 2021 no que se refere à B3 e 15 de janeiro de 2021 no que se refere à New York Stock Exchange – NYSE. As ações e os ADRs passarão a ser negociados ex-dividendos a partir de 14 de janeiro de 2021 (inclusive).

Vale lembrar que no último dia 9 de dezembro a Ambev divulgou que seu conselho de administração aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP). O valor por ação é de R$ 0,4137 (líquido foi de R$ 0,3517 por ação). O pagamento do JCP será efetuado a partir de 30 de dezembro de 2020 com base na posição acionária de 17 de dezembro de 2020 no que se refere à B3, e em 21 de dezembro de 2020 no que se refere à New York Stock Exchange – NYSE.  As ações e os ADRs passaram a ser negociados ex-JCP a partir de 18 de dezembro de 2020.

Unidas

A Unidas (LCAM3) procederá ao pagamento de juros sobre o capital próprio a ser realizado no dia 12 de janeiro de 2021 no montante bruto total de R$44.321.101,64, equivalentes a R$ 0,0876635004 por ação, tendo como data-base a posição acionária de 29/12/2020 sendo que, a partir de 30/12/2020, inclusive, as ações serão negociadas “ex” estes juros.

Também anunciou o pagamento de R$ 48.539.340,07 equivalentes a R$ 0,0964123729 por ação, tendo como data-base a posição acionária de 02/04/2020 sendo que, a partir de 03/04/2020, inclusive, as ações da são negociadas “ex” estes juros.

Divulgou ainda o pagamento de R$ 47.430.875,37 equivalentes a R$0,0937791324 por ação, tendo como data-base a posição acionária de 01/07/2020 sendo que, a partir de 02/07/2020, inclusive, as ações da companhia foram negociadas “ex” estes juros”.

Cielo

A Cielo (CIEL3) informou na noite de terça, 22, que seu conselho de administração aprovou a distribuição de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no montante de R$ 151.470.539,77 referente ao exercício de 2020. O valor final por ação do JCP é de R$ 0,05595195275.

Os JCP serão pagos aos acionistas no dia 17 de fevereiro de 2021, com base na posição acionária de 29 de dezembro de 2020, sendo as ações da companhia negociadas ex-juros sobre capital próprio a partir de 30 de dezembro de 2020, inclusive.

Banrisul

O Banrisul (BRSR6) divulgou na terça, 22, que foi aprovado o pagamento de juros sobre o capital próprio no valor total de R$ 20 milhões, sendo que o valor bruto unitário por tipo e classe de ação será de R$0,04890281 por ON, R$0,04890281 por ação PNA e R$0,04890281 por ação PNB.

Esse pagamento é referente ao 4º trimestre de 2020.

Serão beneficiados os acionistas que estiverem inscritos nos registros da sociedade na data de 29 de dezembro de 2020 (data da declaração), passando as ações a serem negociadas “ex-direito” aos juros intermediários a partir de 30 de dezembro de 2020. O pagamento ocorrerá em 20 de janeiro de 2021 pelo valor líquido de R$0,04156739 por ação ON, R$ 0,04156739 por ação PNA e R$0,04156739 por ação PNB, já deduzido o Imposto de Renda na Fonte de 15%.

Banrisul II

O Banrisul (BRSR6) também anunciou no dia 24 de dezembro que vai pagar Juros Sobre Capital Próprio no valor de R$ 32 milhões, sendo que o valor bruto unitário por tipo e classe de ação será de R$0,07824449 por ON, R$0,07824449 por ação PNA e R$0,07824449 por ação PNB.

“Este pagamento, juntamente com os pagamentos objeto dos fatos relevantes de 07.12.2020 e 22.12.2020, são referentes ao 4º trimestre de 2020”, explicou o banco gaúcho.

Serão beneficiados os acionistas que estiverem inscritos nos registros da sociedade na data de 30 de dezembro de 2020, passando as ações a serem negociadas “ex-direito” aos juros intermediários a partir de 04 de janeiro de 2021.

O pagamento ocorrerá em 20 de janeiro de 2021 pelo valor líquido de R$ 0,06650782 por ação ON, R$ 0, 06650782 por ação PNA e R$ 0,06650782 por ação PNB, já deduzido o Imposto de Renda na Fonte de 15%.

Ferbasa

O conselho de administração da Ferbasa (FESA3, FESA4) aprovou nesta terça, 22, o creditamento e pagamento de Juros sobre Capital Próprio no valor global de R$ 18.516.000,00

Em aviso aos acionistas enviado na noite desta terça ao mercado, a Ferbasa afirma que o provento será imputados ao dividendo mínimo obrigatório relativo ao exercício social de 2020 e o crédito individualizado terá como base as posições acionárias existentes no fechamento do pregão da Bolsa de Valores de São Paulo do dia 29/12/2020.

Os valores brutos totais a serem creditados e pagos a título de Juros sobre Capital Próprio serão, respectivamente, de R$ 0,20422125646 para cada ação ordinária e de R$ 0,22464338211 para cada ação preferencial.

Os valores a serem creditados a título de Juros sobre Capital Próprio terá a incidência de Imposto de Renda Retido na Fonte, resultando em valor líquido total de R$ 0,17358806799 para cada ação ordinária e valor líquido de R$ 0,19094687479 para cada ação preferencial.

As ações serão negociadas “ex-Juros sobre Capital Próprio” a partir de 30/12/2020.

O pagamento se dará sem correção monetária e será efetuado a partir do dia 19/02/2021.

Vivara

A Vivara Participações (VIVA3) informou na noite desta terça, 22, que seu conselho de administração aprovou a distribuição e o pagamento de juros sobre o capital próprio no valor bruto de R$ 25 milhões, correspondentes a R$ 0,1058435061 por ação.

Terão direito ao JCP os acionistas inscritos nos registros detentores de ações em 29.12.2020 respeitadas as negociações realizadas até essa data, inclusive.

A partir de 30.12.2020, inclusive, as ações de emissão da companhia passarão a ser negociadas na condição “ex-direito” aos JCP.

O pagamento dos JCP será efetuado, em moeda corrente nacional, em parcela única, até 15 dias após a Assembleia Geral Ordinária a se realizar no exercício social de 2021, conforme instruções e data a serem fixadas e oportunamente divulgadas.

Coelba

O Conselho de Administração da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia – Coelba (CEEB3) aprovou, em reunião realizada nesta terça, a deliberação de Juros sobre Capital Próprio, com data base em 31/12/2020, no valor de R$ 262.764.000,00 correspondentes a R$ 0,9718181182 por ação ordinária, R$ 0,9718181182 por ação preferencial classe A e R$ 1,0689999300 por ação preferencial classe B.

O montante será pago aos acionistas até 31/12/2021 e o saldo remanescente, referente ao montante excedente a 25% do payout, será pago aos acionistas em janeiro de 2022.

O pagamento será realizado sem atualização monetária, com base na posição acionária de 06/01/2021.

A partir de 07/01/2021, inclusive, as ações serão negociadas “ex-juros”.

Celesc

O Conselho de Administração da Centrais Elétricas de Santa Catarina – Celesc (CLSC4) aprovou o crédito de Juros sobre o Capital Próprio. A informação consta em aviso aos acionistas do dia 23 de dezembro.

O montante aprovado é de R$77.417.462,87 à razão de R$1,89395719 por ação ordinária e R$ 2,08335290 por ação preferencial.

Terão direito os detentores de ações de emissão da companhia em 30 de dezembro de 2020.

As ações negociadas serão negociadas “ex -juros sobre capital próprio” a partir de 4 de janeiro de 2021.

Os valores dos juros serão distribuídos sem atualização monetária e estarão sujeitos ao Imposto de Renda Retido na Fonte – IRRF, à alíquota de 15%.

O pagamento será efetivado em duas parcelas: a primeira parcela (50%), no valor de R$ 38,7 milhões, estará à disposição dos acionistas no dia 29.06.2021 sendo pagos R$ 0,946978595 por ação ordinária e R$1,04167645 por ação preferencial; e a segunda parcela, também, no montante de R$ 38,7 milhões (50%), estará à disposição dos acionistas no dia 28.12.2021, sendo pagos R$ 0,946978595 por ação ordinária e R$ 1,04167645 por ação preferencial.

Movida

O conselho de administração da Movida (MOVI3) aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio. A informação consta em aviso aos acionistas do dia 23 de dezembro.

Terá direito quem tiver ações da companhia no dia 5 de janeiro de 2021.  O valor total bruto é de R$ 44 milhões, correspondente a R$ 0,147812349 por ação. O

A data do pagamento é 1º de julho de 2021. Os papéis ficam ex-direito ao Juros Sobre Capital Próprio a partir de 06 de janeiro de 2021, inclusive.

Minerva

Em reunião realizada na terça, 22, o conselho de administração da Minerva (BEEF3) aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP), referentes ao período de outubro a dezembro de 2020, no montante total bruto de R$ 22.451.696,35, correspondentes ao valor bruto de R$ 0,0427347495 por ação.

Os JCP serão creditados aos acionistas que estiverem inscritos nos registros da companhia na data de 30 de dezembro de 2020, respeitadas as negociações realizadas até essa data, inclusive. As ações serão negociadas “ex-direito” aos JCP a partir de 4 de janeiro de 2021, inclusive.

Os juros sobre o capital serão pagos em uma única parcela no dia 11 de janeiro de 2021.

Magazine Luiza

O Magazine Luiza (MGLU3) informou na noite de terça, 22, que seu conselho de administração aprovou a distribuição de Juros sobre o Capital Próprio no montante bruto de R$ 170 milhões, correspondentes a R$ 0,0263019985 por ação.

O pagamento será efetuado até 30 dias após a efetiva realização da Assembleia Geral Ordinária de 2021 e tomará como base de cálculo a posição acionária final do dia 29 de dezembro de 2020.

A partir do dia 30 de dezembro de 2020 (inclusive) as ações passarão a ser negociadas ex-juros sobre o capital próprio.

CSN

A CSN (CSNA3) informou na quarta, 23, que há um saldo de R$ 12.244.198,61 do dividendo mínimo obrigatório do exercício encerrado em 31/12/2019 a ser distribuído aos acionistas, correspondendo a R$0,00887187128 por ação.

Os valores a serem pagos serão calculados e creditados com base nas posições dos acionistas em 6 de maio de 2020.

O dividendo estará disponível aos acionistas residentes no Brasil a partir de 30 de dezembro de 2020, sem atualização monetária, em seus domicílios bancários.

Os acionistas usuários das custódias fiduciárias terão seus dividendos creditados conforme procedimentos adotados pelas Bolsas de Valores.

Segundo a CSN, do valor total do dividendo mínimo obrigatório referente ao exercício encerrado em 31/12/2019, no montante de R$ 424.903.132,91, correspondendo a R$ 0,30787 por ação, R$ 412.658.934,30 já foram distribuídos aos acionistas a título de antecipação do dividendo mínimo obrigatório, conforme aprovado em reunião do conselho de administração de 18/09/2019.

Cemig

A Cemig (CMIG4) informou na quarta, 23, que sua diretoria executiva deliberou pela declaração de Juros sobre o Capital Próprio – JCP no valor de R$ 433.488.000,00, o que corresponde à R$0,28553346242 por ação, a ser compensado com o dividendo mínimo obrigatório de 2020, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte.

Para as ações negociadas na B3, terão direito os acionistas detentores de ações no dia 30-12-2020.

Segundo a Cemig, o pagamento será em duas parcelas iguais, sendo a primeira até 30-06-2021 e a segunda até 30-12-2021.

As ações passarão a ser negociadas “ex-direitos” no dia 04-01-2021.

Bradesco

O Banco Bradesco (BBDC4, BBDC3) informou na quarta, 23, o cronograma previsto de pagamento de juros sobre o capital próprio mensais para o exercício de 2021.

Veja a tabela:

 

Os valores previstos a serem pagos aos acionistas inscritos nos registros da sociedade nas datas de declaração e datas-base de direito acima mencionadas serão de R$ 0,017249826 por ação ordinária e R$ 0,018974809 por ação preferencial, que, líquidos do imposto de renda na fonte de 15%, correspondem a R$ 0,014662352 por ação ordinária e R$ 0,016128588 por ação preferencial.

Os pagamentos serão efetuados aos acionistas com ações depositadas na Sociedade e que mantêm os dados cadastrais e bancários atualizados, mediante crédito a ser efetuado nas contas correntes em instituição financeira por eles indicadas;  aos acionistas com ações depositadas na B3, por intermédio das instituições e/ou corretoras que mantêm suas posições em custódia.

Os acionistas que não possuírem seus dados atualizados deverão apresentar-se na agência Bradesco de sua preferência, munidos de CPF, RG e comprovante de residência, para atualização cadastral e recebimento dos respectivos valores a que têm direito.

 

 

Whatsapp:

Para receber notícias entre no grupo pelo link: 

https://chat.whatsapp.com/DqNfHb5FttDAiaKeAxgMYR

Telegram

Para notícias entre nesse grupo: https://t.me/joinchat/AAAAAFdKtmVSmTmfF68jIA

Para análise gráfica entre nesse grupo: https://t.me/joinchat/AAAAAFk1BILf5KNH9DlQ3A

Atenção usuários do whatsapp do Finance News

– o Finance News não está fazendo o recadastro de seus usuários 

– bloqueie quem está usando a imagem do grupo Finance News para puxar conversa 

– o Finance News não pede código enviado via SMS para que você complete o cadastro.

– não passe código de SMS solicitado por usuário. Isso pode levar sua conta de whatsapp a ser clonada. 

– o Finance News não pede doações de qualquer tipo

– o Finance News não solicita seus dados pessoais

– na dúvida entre em contato com a gente

Recent Posts

Prisma Capital assume posição acionária majoritária na Dommo

  Publicado às 23h03   A Prisma Capital, por meio de veículos sob sua gestão,…

28 de janeiro de 2022

Notícias corporativas da noite desta sexta, 28

    Publicado às 21h43   Notícias corporativas da noite desta sexta, 28 (para ler…

28 de janeiro de 2022

CCR assina com a Agência Nacional de Transportes Terrestres a concessão da Dutra

  Publicado às 21h36   A CCR (CCRO3) informou na noite desta sexta, 28, que…

28 de janeiro de 2022

Iguatemi reporta alta de 11,8% nas vendas no 4T21 sobre o 4T19

  Publicado às 21h08   A Iguatemi (IGTI11), uma das maiores empresas full service no…

28 de janeiro de 2022

Eneva encerra negociações para aquisição do Pólo Urucu, da Petrobras

    Publicado às 20h07   A Eneva (ENEV3) encerrou sem êxito as negociações para…

28 de janeiro de 2022

Americanas aprova novo programa de recompra de ações

  Publicado às 19h45   O conselho de administração da Americanas (AMER3) aprovou um novo…

28 de janeiro de 2022