Não deixe de ler

Embraer divulga perspectivas de mercado para 20 anos; companhia anuncia contrato

 

 

Publicado às 10h54

 

 

A Embraer fez dois anúncios nesta segunda-feira, 15. A fabricante brasileira divulgou que celebrou um contrato com a Overland Airways. A companhia também revelou perspectivas de mercado para 20 anos.

A Embraer anunciou, no Dubai Air Show, a venda de três novos jatos E175para a Overland Airways, da Nigéria, com direitos de compra para outras três aeronaves do mesmo modelo. 

As aeronaves, de 88 lugares, com configuração de cabine classe premium, começarão a ser entregues a partir de 2023. 

Segundo a companhia, o valor do contrato é de US$ 299,4 milhões, a preço de lista com todos os direitos de compra sendo exercidos. 

“Essas aeronaves aumentarão os voos domésticos e permitirão expandir as rotas regionais da companhia”, explicou a Embraer. 

“Estamos orgulhosos desta parceria com a Overland e apoiar sua expansão regional. Estamos vendo uma crescente demanda de longo prazo por aeronaves corretamente dimensionadas para fornecer conexões domésticas lucrativas na Nigéria’, disse César Pereira, Vice-Presidente para Europa, Oriente Médio e África, a Embraer Aviação Comercial. 

De acordo com a Embraer, durante a pandemia o E175 tem sido uma ferramenta vital para muitas companhias aéreas regionais, pois estão perfeitamente adaptadas à reconstrução da malha aérea, melhorando frequências e adicionando eficientemente capacidade para atender à demanda que vem se recuperando gradualmente. 

A Overland Airways operadora da Nigéria presente em toda a África Ocidental fornecendo serviços de voo programados e fretados. 

Perspectivas de mercado para 20 anos

A Embraer publicou também suas Perspectivas de Mercado para entregas de aeronaves comerciais até 2040. O relatório foi apresentado em uma coletiva de imprensa durante o Dubai Air Show nesta segunda-feira. 

A Perspectiva de Mercado (Market Outlook, em inglês) identifica tendências que influenciarão a demanda por viagens aéreas e entregas de novos aviões a jato e turboélice de até 150 assentos nas próximas duas décadas. 

Os resultados são fornecidos para sete regiões do mundo. 

Os efeitos da pandemia global impactaram a recuperação do tráfego global, medido em receita por passageiro por quilômetro (RPK, na sigla em inglês), que de acordo com a previsão da Embraer deverá crescer 3,3% ao ano até 2040. 

Segundo a fabricante brasileira, o volume mundial de RPKs de 2019 deverá retornar em 2024. A Embraer afirma que três tendências principais estão definindo a demanda futura por viagens e aeronaves: Meio ambiente – as companhias aéreas irão adquirir frotas com maior eficiência de combustível; Digitalização – avanços na tecnologia, incluindo home office e videoconferência; Regionalização – relocalização para concentrar a produção e minimizar a interrupção da cadeia de fornecimento.

Demanda global por novas aeronaves de até 150 assentos.

10.900 unidades 

8.640 jatos 

2.260 turboélices

Valor de mercado de todas as novas aeronaves US$ 650 bilhões 

Taxa anual de crescimento regional RPK – ranking

4.2% Ásia-Pacífico (inclui China) 

4.2% América Latina 

3.8% África 

3.6% Oriente Médio 

3.5% CIS 

2.3% Europa 

2.0% América do Norte

Participação de RPK até o final da década (2029)

41% Ásia-Pacífico 

36% Europa + América do Norte

Entregas de jatos (8.640) – ranking por região

2,710 América do Norte (31.4%) 

2,160 Ásia-Pacífico (25.0%) 

1,770 Europa (20.5%) 

760 América Latina (8.8%) 

640 CIS (7.4%) 

320 Oriente Médio (3.7%) 

280 África (3.2%) 

Entregas de turboélices (2.260) – ranking por região

900 Ásia-Pacífico (39.8%) 

430 Europa (19.0%) 

430 América do Norte (19.0%) 

180 África (8.0%) 

180 América Latina (8.0%) 

100 CIS (4.4%) 

40 Oriente Médio (1.8%)

Ações fecharam em queda na sexta

Na sexta-feira, 12, as ações da Embraer caíram -4% com a decisão unilateral da Aeronáutica de diminuir de 28 para 15 o total de aviões KC-390 Millennium que vai comprar da fabricante brasileira.

A Embraer afirmou que “tão logo seja formalmente notificada pela União, a companhia buscará as medidas legais relativas ao reequilíbrio econômico e financeiro dos contratos, bem como avaliará os efeitos da redução dos contratos em seus negócios e resultados”. 

 

 

 

Whatsapp: 

Para receber notícias entre no grupo pelo link: 

https://chat.whatsapp.com/LF2GnV6Nesv7cxtrEd3gyK

Telegram

Para notícias entre nesse grupo: https://t.me/joinchat/AAAAAFdKtmVSmTmfF68jIA

Para análise gráfica entre nesse grupo: https://t.me/joinchat/AAAAAFk1BILf5KNH9DlQ3A

 

 

 

 

Published by
Redação
Tags: Embr3Embraer

Recent Posts

Companhias que divulgaram informações sobre dividendos e JCP na semana

  A seguir confira as companhias com ações negociadas na B3, a Bolsa brasileira, que…

21 de maio de 2022

Capitalização da Eletrobras avança em reunião extraordinária do Conselho do PPI

  Publicado às 23h16   Foi publicada, nesta sexta-feira (20/05), a Resolução nº 225, de…

20 de maio de 2022

Copel Distribuição é registrada como companhia aberta na categoria “B”

  Publicado às 20h11   A Copel (CPLE6), empresa que gera, transmite, distribui e comercializa…

20 de maio de 2022

B3 encerra revisão de dados do fluxo de investimento estrangeiro em bolsa

  Publicado às 19h54   A B3, bolsa do Brasil, anunciou nesta sexta, 20, a…

20 de maio de 2022

Assista à análise do Ibov, Petr4, Vale3, Itub4, Elet3 e de Csna3

  Publicado às 18h51   Dalton Vieira faz a análise do Ibovespa, Winm22, Wdom22, Petr4,…

20 de maio de 2022