MANCHETE SECUNDÁRIA

Notícia do BB, Dasa, Azul, lucro da Petz e prejuízo da Mobly

 

Publicado às 22h52

 

Banco do Brasil

O Banco do Brasil (BBAS3) informou na noite desta segunda-feira que sua administração está propondo ao conselho de administração alterações em sua estrutura organizacional, cindindo a atual vice-presidência de agronegócios e governo em duas vice-presidências, sendo a vice-presidência de governo e a vice-presidência de agronegócios. “Esta movimentação visa aumentar o foco estratégico para a área de Agronegócios, um dos pilares de nossa atuação, passando a ter, com a aprovação desta proposta, um vice-presidente dedicado exclusivamente ao assunto”, explicou o BB em comunicado. 

O Banco do Brasil informou ainda que Antônio José Barreto de Araújo Júnior foi indicado ao cargo de vice-presidente de governo, Renato Luiz Bellinetti Naegele foi indicado ao cargo de vice-presidente de agronegócios e Marcelo Cavalcante de Oliveira Lima ao cargo de vice-presidente de desenvolvimento de negócios e tecnologia. 

Dasa

A Diagnósticos da América (DASA3) informou na noite desta segunda-feira, 10, que no âmbito da oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias, a quantidade de ações inicialmente ofertada foi acrescida de um lote suplementar em percentual equivalente a 10,88% do total das ações inicialmente ofertadas, ou seja, 6.200.817 ações ordinárias. 

Neste sentido, o resultado final da oferta consistiu na distribuição total de 63.211.603 ações ofertadas a um preço por ação de R$ 58, conforme aprovado em reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada no dia 7 de abril de 2021, totalizando um volume de R$ 3.666.272.974,00.

Azul

A Azul (AZUL4) divulgou na noite desta segunda-feira, 10, os resultados preliminares de tráfego de abril. 

O tráfego de passageiros em voos da Azul em abril caiu 9,1% em relação a março. 

Na comparação com abril de 2020, quando as companhias aéreas praticamente pararam de operar devido a medidas de isolamento social, a demanda por assentos da companhia cresceu 523,7%.

“Em abril, seguimos gerenciando ativamente a capacidade de acordo com a demanda, que foi impactada pela segunda onda da pandemia COVID-19 e pelas medidas de quarentena implementadas em todo o país. Apesar desses desafios, nossa malha exclusiva combinada com a flexibilidade de nossa frota, permitiu uma recuperação de 80% da nossa capacidade doméstica, que é uma das maiores taxas de recuperação do mundo. As tendências recentes são positivas e a recuperação da capacidade irá acelerar nos próximos meses ”, afirmou John Rodgerson, CEO da Azul.

Pet Center

A Pet Center Comércio e Participações (PETZ3) divulgou seus resultados do primeiro trimestre de 2021 (1T21) na noite desta segunda-feira,10.

O lucro líquido no 1T21 totalizou R$ 11,5 milhões contra R$19,4 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, uma queda de 40,7%, explicado principalmente pelos efeitos não recorrentes que impactaram a base de comparação. Excluindo esses efeitos, o lucro líquido teria crescido 59,3% na comparação anual. 

“Esses efeitos contemplam o resultado não recorrente de R$ 501 mil no 1T21 (crédito de PIS/COFINS de exercícios anteriores sobre despesas e despesas com consultoria estratégica) e R$ 12,5 milhões no 1T20 (créditos de PIS/COFINS referentes à exclusão de ICMS da base de cálculo), além do montante referente à correção monetária de R$ 6,2 milhões (sobre o valor principal dos créditos de PIS/COFINS de R$12,5 milhões referentes à exclusão de ICMS da base de cálculo), contabilizada na linha de Receitas Financeiras”, explicou a empresa. 

O EBITDA Ajustado somou R$ 40,2 milhões no 1T21, crescimento de 36,3% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. A margem EBITDA Ajustado no trimestre representou 7,5% da Receita Bruta Total, 0,9 p.p. inferior ao 1T20, reflexo dos efeitos já mencionados anteriormente.

Mobly

A Mobly (MBLY3) também divulgou o resultado após o fechamento do mercado nesta segunda, 10.

No 1T21 a companhia apresentou prejuízo líquido de R$ 25,5 milhões contra um prejuízo de R$ 10,9 milhões no 1T20, crescimento do prejuízo de 134,9%. No comparativo com o 4T20 foi reportado um aumento de 7,6% no prejuízo líquido, sendo que o prejuízo líquido apresentado no trimestre anterior foi de R$ 23,7 milhões. 

“Não fossem os R$ 15,2 milhões de efeito não recorrente no exercício, relacionados à abertura de capital, a companhia apresentaria um prejuízo líquido no 1T21 de R$ 10,3 milhões, uma melhora de 5% versus o mesmo período do ano anterior”, explicou a empresa.

 

Whatsapp: 

Para receber notícias entre no grupo pelo link:

https://chat.whatsapp.com/CdnKkvmMKhY4B9xeJukh4W

Telegram

Para notícias entre nesse grupo: https://t.me/joinchat/AAAAAFdKtmVSmTmfF68jIA

Para análise gráfica entre nesse grupo: https://t.me/joinchat/AAAAAFk1BILf5KNH9DlQ3A

Published by
Redação

Recent Posts

Safra: Vale segue com perspectiva positiva para dividendos

  Publicado às    O Safra elaborou um relatório onde analisa as informações do ‘Dia…

17 de setembro de 2021

Previ vende à Neonergia participações na Coelba, Cosern e Afluente T

    Publicado às 23h05   A Neoenergia (NEOE3) e a Caixa de Previdência dos…

16 de setembro de 2021

Petrobras inicia fase vinculante da Deten Química

  Publicado às 23h58   A Petrobras (PETR3, PETR4) concluiu a fase não vinculante iniciada…

16 de setembro de 2021

Notícias corporativas da noite desta quinta, 16

    Publicado às 21h43   Notícias corporativas da noite desta quinta, 16 (clique nos…

16 de setembro de 2021

Decreto aumenta IOF para custear novo Bolsa Família

    Publicado às 20h   O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quinta-feira (16) um…

16 de setembro de 2021

Banco Mercantil vai submeter à assembleia proposta de grupamento e desdobramento das ações

  Publicado às 21h30   O conselho de administração do Banco Mercantil do Brasil (BMEB3;…

16 de setembro de 2021