Os primeiros passos para começar a cuidar bem do seu dinheiro

25 de janeiro de 2021 Por Redação

 

 

Você sabia que para cuidar bem do seu dinheiro você necessita muito mais de organização e mudanças de hábitos, do que cálculos difíceis e inúmeras tabelas? Os primeiros passos são: não gastar mais do que ganha, possuir um bom controle financeiro, criar uma boa reserva de emergência e gastar somente quando for necessário, nunca por impulso.

Essas dicas são simples, mas nem sempre fáceis de colocar em prática. E é por conta disso que escrevemos este texto. Vamos explicar o passo a passo para que você possa cuidar bem do seu dinheiro e deixar a sua saúde financeira em equilíbrio.

Educação Financeira deveria ser aprendida na infância

A maioria das famílias, muitas vezes pela falta de informação, peca ao não apresentar educação financeira aos filhos. Sendo que a simples tarefa de adotar um cofrinho para guardar moedas é uma excelente ideia. Os pais podem ensinar que para ter um brinquedo ou ir para um passeio é preciso economizar. Como essas ações não são feitas com a maioria das famílias, muitos crescem sem entender o quão importante é ter suas contas organizadas.

O que fazer então?

Victor Oliveira, especialista em Finanças e Serviços do site de auxílio ao consumidor ReviewBox, reforça que a forma como você utiliza o seu dinheiro é o que lhe trará o sucesso financeiro. O que isso quer dizer? Você PRECISA saber quanto você gasta no mês. “Se alguém te perguntar hoje: ‘Qual é o seu custo de vida? ’, você saberia responder? E digo mais, isso não pode estar apenas na mente. Precisa estar anotado. A nossa mente pode cometer equívocos. Já a planilha não mente”, afirma Victor.

Elimine as dívidas

As dívidas só servem para atrapalhar a sua vida. Além de acabar com a sua saúde financeira, elas acabam também com a saúde mental. Não gaste mais do que você ganha! Caso tenha alguma conta em atraso, busque regularizar o quanto antes. Estabeleça uma estratégia de quitação e corte gastos e despesas.

Você realmente precisa disso?

Quem nunca fez uma compra por impulso que atire a primeira pedra. Saiba que isso é extremamente prejudicial para você. Pare e reflita como você consome o seu dinheiro. Antes de comprar algo pare e pense: “eu realmente preciso disso? ”.

Faça do cartão de crédito seu amigo

Você precisa utilizar o cartão de crédito com sabedoria. Ele pode ser um grande aliado, desde que utilizado com responsabilidade. Não assuma mais parcelas do que seu orçamento permite. E nunca deixe de pagá-lo por completo.

Metas financeiras

Você possui metas claras? Saiba que ter isso por escrito faz com seja muito mais fácil de alcançá-las. Faça um teste: escreva-as em um papel e crie um caminho para chegar até elas. Agora basta cumprir o que você escreveu. Exemplo: guardar 200 reais por mês para fazer uma viagem no fim do ano.

Reveja sua planilha de tempos em tempos

Assim você saberá se está no caminho certo. Lembre-se de colocar em sua planilha de gastos os períodos do ano em que você irá gastar mais, como Natal, Páscoa e fim do ano, por exemplo.

Poupe todo mês

Crie esse hábito em você. Crie objetivos de curto, médio e longo prazo. Será recompensador, acredite!

Reserva de Emergência

Ao poupar, você criará ao mesmo tempo uma reserva de emergência. Nunca se sabe o dia de amanhã. O ideal é que você tenha de seis a doze meses do seu custo de vida guardado.

Procure investir

Além de poupar dinheiro, é necessário fazê-lo render. Mas atenção! Antes de colocá-lo em qualquer aplicação, busque estudar sobre o assunto. O seu gerente de banco não está preocupado com você. Estude o que é melhor para você, de acordo com o seu perfil investidor. A partir daí você consegue estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo.

Cuide bem do seu dinheiro!