MANCHETE 3

Notícia da Biomm, da Viver e da Eternit

 

Biomm

A Biomm (BIOM3) informou na nesta terça, 16, após o pregão, que, conforme matérias veiculadas na data de hoje, pela imprensa, sobre a suspensão transitória de diversas Parcerias para Desenvolvimento Produtivo (PDP’s), a PDP da Insulina Humana mantida em parceria entre a Funed – Fundação Ezequiel Dias e a Biomm permanece vigente, conforme lista geral de PDP’s vigentes disponível no site do próprio Ministério da Saúde. 

A companhia disse que manterá os acionistas e o mercado em geral informados acerca do andamento deste e de qualquer outro assunto.

Viver

A Viver (VIVR3) informou nesta terça, 16, que o seu conselho de administração, em reunião realizada na presente data, aprovou a celebração entre a companhia e a Paladin Prime Residential Investors (Brazil) LLC de Contrato de Financiamento na modalidade “debtorin-possession financing” (“Financiamento DIP”), no valor total de até R$6.114.743,16, sendo que a liberação de recursos está previsto para ocorrer até 17 de julho de 2019. 

“O Financiamento DIP tem como objetivo ajudar a companhia na manutenção de suas atividades e a superar a momentânea crise econômico-financeira que vem enfrentando e que produziu um estrangulamento em seu capital de giro”, explicou a Viver. 

Segundo a empresa, o montante mutuado, muito embora fundamental para o atual fluxo de caixa, não agrava de forma significativa o endividamento global do Grupo Viver. 

A celebração do Financiamento DIP se insere no âmbito do processo de recuperação judicial que a companhia vem passando, o qual será devidamente comunicado ao Juízo da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca da Capital do Estado de São Paulo. 

Eternit

A Eternit (ETER3) informou que nesta terça, 16, o Conselho de Administração aprovou o aumento de Capital Social, dentro do limite do Capital Autorizado, para subscrição privada, permitida a capitalização de créditos detidos por credores contra a companhia. 

O Capital Social será aumentado, dentro do limite do capital autorizado, até o valor de R$ 5.600.000,61, mediante a emissão de até 2.304.527 ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, ao preço de emissão de R$ 2,43 por ação, que conferirão os mesmos direitos atribuídos às ações da companhia atualmente existentes. 

 

Published by
Redação

Recent Posts

Taesa aprova dividendos intercalares e JCP: valor soma R$ 523 milhões

    Publicado às 23h25   O conselho de administração da Taesa (TAEE11) aprovou nesta…

1 de dezembro de 2021

Ambipar lança aplicativo para pessoas físicas compensarem suas emissões de carbono

    Publicado às 23h55     A Environmental ESG, subsidiária da Ambipar (AMBP3), anunciou…

1 de dezembro de 2021

Notícias corporativas da noite desta quarta, 1°

    Atualizado às 23h33 com a notícia do dividendo da Taesa   Notícias corporativas…

1 de dezembro de 2021

Renova Energia conclui venda da Brasil PCH

    Publicado às 20h57     A Renova Energia (RNEW3; RNEW 4 e RNEW11),…

1 de dezembro de 2021

Aura anuncia dividendo de US$ 0,35 por ação e recompra de BDR

    Publicado às 20h30   O conselho de administração da Aura Minerals (AURA33) aprovou…

1 de dezembro de 2021

Cury aprova o pagamento de dividendo

  Publicado às 19h51   A Cury Construtora e Incorporadora (CURY3) informou que seu conselho…

1 de dezembro de 2021