Notícia do IRB, Itaú, CBD, e da Ecorodovias

30 de Maio de 2019 Por Redação

Publicado às 20h24min

IRB

O IRB-Brasil Resseguros (IRBR3) informou que, em relatório divulgado nesta data, a agência de classificação de riscos A.M. Best Rating Services elevou o rating de força financeira da companhia de “A-” para “A”.

O rating de crédito de longo prazo também foi elevado de “a-“ para “a”.

A perspectiva foi revisada de “positiva” para “estável”. A escala de rating da agência é uma escala global. A AM Best é uma agência global de classificação de risco com foco exclusivo no setor de seguros e resseguros.

Itaú

O Itaú (ITUB4) informou que seu conselho de administração aprovou novo programa de recompra de ações, que passará a vigorar a partir de 31.5.2019, autorizando a aquisição de até 15.000.000 de ações ordinárias e até 75.000.000 de ações preferenciais de emissão própria, sem redução do valor do capital social, para manutenção em tesouraria, cancelamento ou recolocação no mercado.

As aquisições serão efetuadas em Bolsa de valores, no período de 31.5.2019 a 30.11.2020.

Ecorodovias

A Ecorodovias (ECOR3) concluiu a operação referente a aquisição, pela ECS, de 100% do capital social da Concessionária de Rodovias Minas Gerais Goiás (MGO).

O valor da aquisição foi de R$654,8 milhões.

Segundo a companhia, a conclusão da aquisição cumpriu as condições precedentes, as quais incluem a aprovação pela Agência Nacional de Transportes Terrestres, do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE, BNDES e demais credores e demais credores, bem como a autorização dos acionistas da companhia em Assembleia Geral Extraordinária.

A MGO é responsável, até janeiro de 2044, pela administração, recuperação, conservação, manutenção, ampliação e operação da BR-050 (GO/MG), no trecho de 436,6 quilômetros que começa no entroncamento com a BR-040, em Cristalina (GO), e se estende até a divisa de Minas Gerais com São Paulo, no munícipio de Delta (MG).

CBD

A Companhia Brasileira de Distribuição, dona do Pão de Açúcar (PCAR4), divulgou correspondência recebida no dia 29 de maio de 2019 da BlackRock, sobre sua participação ter alcançado, no dia 24 de maio de 2019, 10,04% do total de ações preferenciais emitidas pela companhia.

A BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, informou que como administrador de investimentos, adquiriu ações preferenciais emitidas pela Companhia Brasileira de Distribuição, sendo que, em 24de maio de 2019, sua participação alcançou, de forma agregada, 16.118.271 ações preferenciais e 674.268 American Depositary Receipts (“ADRs”), representativos de ações preferenciais, totalizando 16.792.395 ações preferenciais, representando aproximadamente 10,04% do total de ações preferenciais emitidas pela Companhia, e 551.328 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações preferenciais com liquidação financeira, representando aproximadamente 0,33% do total de ações preferenciais emitidas pela companhia.

Leia também:

Marfrig e BRF avaliam combinar negócios

Log Commercial Properties informa sobre dividendos

Via Varejo sobre notícia da Agência Estado: ‘não comenta rumores de mercado’

Vale estima que as operações da Samarco sejam retomadas no 2° semestre/20

Liq tem novo CEO e CFO. Confira os nomes