MANCHETE PRINCIPAL

Ibovespa: a resistência a ser rompida

Gráfico diário do Ibovespa às 14h01: faixa azul mostra resistência

 

Atualizado às 14h01min

Gráfico do Ibovespa

O Ibovespa operava em queda no horário acima de -0,45% aos 77 mil 779 pontos.

Sob o aspecto gráfico, o índice tenta romper uma resistência entre 78 mil e 500 e 78 mil e 800 pontos. Segundo analistas gráficos consultados pela reportagem, somente se romper essa faixa é que o Ibovespa terá condições de prosseguir rumo ao patamar de 80 mil pontos.

Suzano

Os papéis da Suzano (SUZB3) tem um dia de forte volatilidade. Primeiro houve o rumor de que a China poderia proibir as importações de papel reciclado para conter a poluição. Analistas afirmam que essa notícia, se confirmada, é, no entanto, positiva já que a Suzano produz fibra de celulose, de maior qualidade, e que poderia ficar de fora da restrição chinesa.

O outro rumor é que poderia haver uma revisão dos termos da fusão entre a Fibria (FIBR3) e a Suzano (SUZB3).

Até o horário acima as duas empresas não haviam comentado o assunto. Os papéis da Suzano caíam -1,7%.

Eletrobras

Os papéis da Eletrobras (ELET3) lideravam os ganhos no Ibovespa.

O presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), desembargador André Fontes, suspendeu na véspera a liminar que impedia o leilão de seis distribuidoras de energia elétrica, subsidiárias da Eletrobras (ELET3, ELET6). A liminar foi concedida pela 19ª Vara Federal do Rio de Janeiro, em ação ajuizada pela Associação dos Empregados da Eletrobras (Aeel), cujo mérito ainda será julgado pela primeira instância.

Na petição, a associação de classe pretendia suspender, “em especial a fase de entrega de documentos pelos proponentes para habilitação no processo licitatório no próximo dia 19 de julho”, conforme previsto no edital do leilão.

Na decisão, o presidente do TRF2 levou em conta os argumentos da União, que citam a grave situação financeira das distribuidoras e sustentam que a medida seria “essencial para garantir a sustentabilidade da Eletrobras, sobretudo, diante do cenário de crise fiscal da União e da impossibilidade de aportes por parte do acionista majoritário, o que poderia resultar no comprometimento do fornecimento de energia nas áreas hoje atendidas pelas seis distribuidoras”.

WEG

As ações da WEG (WEG3) também estavam entre as maiores altas. A companhia divulgou que teve lucro líquido de R$ 336 milhões no 2T18.

Vale e siderúrgicas

A Vale (VALE3) se valorizava mais de 1% com os contratos futuros do minério de ferro fechando em alta na China.

Leia também:

S&P reafirma rating da Estácio. Perspectiva permanece ‘estável’

Vale reconhecerá provisão adicional de R$ 1,5 bi nas demonstrações contábeis de 30 de junho

Notícia da Weg, Usiminas, BR Distribuidora e da Fras-le

Published by
Redação

Recent Posts

Braskem anuncia dividendos no valor de R$ 7,53 por ação ordinária

    Publicado às 10h53   A Braskem (BRKM3, BRKM5, BRKM6) anunciou na manhã desta…

2 de dezembro de 2021

Rápidas: Braskem, Banco do Brasil, Taesa, Ânima e outros destaques

  Publicado às 10h42 Atualizado às 11h com informação do dividendo da Braskem   Braskem…

2 de dezembro de 2021

Ânima anuncia programa de recompra de ações

  Publicado às 9h45   A Ânima (ANIM3) anunciou nesta quinta-feira, 2, um programa de…

2 de dezembro de 2021

Senado analisa e vota PEC dos Precatórios

  O Senado realiza sessão nesta quinta-feira para analisar e votar a PEC dos Precatórios.…

2 de dezembro de 2021

Ibovespa futuro, dólar, PIB e outros destaques

Atualizado com cotação do dólar e Ibovespa futuro às 9h41   Ibovespa futuro O Ibovespa…

2 de dezembro de 2021

Ser Educacional anuncia a aquisição da Delinea

  Publicado às 8h54   A Ser Educacional (SEER3), um dos maiores grupos privados de…

2 de dezembro de 2021