Startups: a busca por investidores

2 de maio de 2017 Por Redação

screenshot_5

 

Na série de reportagens sobre startups vamos falar agora em algo bem importante para o empreendedor: o momento que antecede a visita a um potencial investidor. Esse artigo abaixo é fundamental principalmente para quem já está um estágio avançado no setor.

 

Quero apoio financeiro para minha Startup

Especialistas orientam que antes de procurar um investidor para capitalizar sua startup você deve observar algumas recomendações para aumentar a chance de o empreendedor encontrar o parceiro mais adequado.

Os advogados da Souza Cescon Advogados, Darkson Galvão e Luiz Felipe Di Sessa, ambos membros da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital, escreveram um artigo sobre isso. Eles ressaltam: “a constante necessidade de recursos é característica marcante no início da vida de uma startup. Afinal, gerir um negócio depende de investimentos que, geralmente, estão fora do alcance dos seus fundadores”. Em seguida fazem um alerta: “uma escolha errada nessa hora pode arruinar até mesmo as startups mais promissoras”.

Então, para que nada dê errado, elaboramos um passo a passo, que descrevemos a seguir, conforme a orientação dos especialistas acima citados.

 

Conheça bem o setor e sua empresa

Se você não conta com o apoio financeiro de um conhecido seja, familiar ou amigo, para capitalizar sua empresa em estágio embrionário vai precisar de um investidor profissional. Nesse caso prepare-se: encarar investidores-anjo e fundos de venture vapital exige planejamento. Por terem profunda experiência de mercado, eles vão encher você de perguntas sobre seu negócio e área de atuação.

Na apresentação da startup o ideal é que o empreendedor seja claro e objetivo sobre como o produto ou serviço desenvolvido irá ajudar o cliente, qual é o potencial do mercado consumidor e o que sustenta essa avaliação.

Esclareça se a solução desenvolvida é vantajosa sobre os competidores que existem ou que poderão surgir.

Seja preciso também em relatar em qual etapa de evolução a startup está e a equipe necessária para a execução do projeto que vai requerer aporte financeiro.

Não se preocupe: com o domínio das informações acima e treino na preparação da apresentação você conseguirá se sair bem.

 

Quanto você precisa?

Calcular exatamente quanto investimento a startup precisa para executar o plano de negócios é fundamental para que o empreendedor saiba qual é o tipo de investidor que deve ser procurado.

Se o capital inicial for baixo, amigos, familiares e parentes podem ser acionados.

Galvão e Di Sessa salientam que a vantagem é que, provavelmente, conhecidos ou parentes não vão condicionar o aporte de capital ao fornecimento de uma série de informações, não vão exigir mudanças na administração do negócio nem um pedaço de sua startup.

Agora se você precisa de um investimento maior terá de procurar investidores-anjo, aceleradoras ou mesmo fundos de venture capital.

 

Tenha a startup regularizada

De nada adianta você apresentar bem seu projeto e saber claramente o quanto precisa para investir se a startup não estiver regularizada.

Lembre-se que se você precisar de um fundo de venture capital, por exemplo, é normal que esse tipo de investidor solicite muitas informações financeiras e jurídicas antes de liberar o dinheiro.

A chance de você ter sucesso é maior se tiver a empresa regularizada e com todos os documentos jurídicos e financeiros disponíveis, caso sejam solicitados.

Normalmente, os documentos pedidos incluem contratos de trabalho e comprovantes de titularidade de direitos de propriedade intelectual, contratos comerciais e documentos de formação da startup.

Darkson Galvão e Luiz Felipe Di Sessa afirmam que “não existe uma fórmula mágica, mas observar essas recomendações pode aumentar bastante a chance de o empreendedor encontrar, no momento certo, o parceiro adequado”.

E o momento certo, qual seria? Os dois especialistas explicam que “os momentos mais adequados para a procura por investimento, bem como o tipo de investidor a ser escolhido, variarão conforme as pretensões e o mercado de atuação de cada startup”.

 

Onde posso conseguir mais detalhes?

Além do site da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital, o portal do Sebrae tem um passo a passo sobre como se apresentar aos investidores. Lá você pode baixar cartilhas contendo informações sobre como financiar o seu negócio.

Acesse o link aqui.

 

Veja as reportagens dessa série:

-Startups: o que você precisa saber sobre esse setor

Como conseguir investimento para minha startup?

Startups: a busca por investidores